Cochilo – o assassino silencioso

Motoristas sonolentos, normalmente, não estão cientes de sua condição e podem cair em um cochilo que durará apenas alguns segundos; tempo suficiente para que eles saiam da estrada e colidam. Tais colisões tendem a ser as mais graves em termos de lesões e morte, pois o motorista sonolento não executa qualquer tentativa de evitar ou prevenir o acidente. Confiar em uma tecnologia, como métodos de câmera de vídeo, para identificar um cochilo após sua ocorrência e enquanto o veículo está em movimento, traz riscos significativos ao motorista e àqueles ao seu redor. Caso a tecnologia não tenha passado por uma ampla validação científica, a exposição da empresa ao risco é ainda maior.

É bem estabelecido o fato de que motoristas tendem a julgar de forma errônea seus próprios níveis de sonolência. A dificuldade em avaliar seu próprio nível de sonolência pode ser atribuída ao processamento mental incapacitado e à capacidade de tomar decisões, caracterizando o estado sonolento/fadigado.